segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

DECISÃO JUSTA! Chapecoense é declarada campeã da Copa Sul-Americana de 2016

Resultado de imagem para chapecoense é declarada campeã


A Conmebol declarou, na tarde desta segunda-feira (05), a Chapecoense campeã da Copa Sul-Americana de 2016. O time catarinense disputaria a final do torneio continental com o Atlético Nacional, da Colômbia, mas o acidente aéreo da última terça impediu a realização do confronto.


Em decorrência do título, a Chape conquista vaga na fase de grupos da Libertadores de 2017 e arrecada prêmio de 2 milhões de dólares (aproximadamente R$ 7 mi). Também se classifica para a disputa da próxima Recopa Sul-Americana, na qual enfrentará justamente o Atlético Nacional, totalizando mais US$ 2,8 milhões garantidos (quase R$ 10 milhões).


"Nós vamos ter muitas competições para disputar agora e uma premiação que vai ajudar bastante na reconstrução. Vamos jogar o Estadual, a Libertadores, o Brasileiro, a Copa do Brasil, a Copa Suruga e a Recopa. São muitas competições que a gente precisa se planejar para jogar", disse Tozzo em entrevista coletiva.


Além disso, o dirigente informou que a CBF vai fazer uma doação de R$ 5 milhões para ajudar a equipe. Um amistoso entre a seleção brasileira e a Colômbia também está planejado.





Mais cedo, em nota oficial, a Conmebol havia confirmado a premiação para a Chapecoense. "A Confederação Sul-Americana de Futebol confirma que o conselho da Conmebol, em sua qualidade de autoridade permanente encarregada de cumprir os Estatutos da Instituição decidiu declarar a Associação Chapecoense de Futebol campeã da edição 2016 da Copa Sul-Americana", atesta informa da entidade.


No texto, a Conmebol afirma que o pedido feito pelo Atlético Nacional foi decisivo. Já na terça, poucas horas após o acidente, o próprio Atlético Nacional sugeriu tal desfecho: em carta, pediu para que o clube brasileiro fosse considerado campeão.


"Além de estarmos muito preocupados com o lado humano, pensamos no aspecto competitivo e queremos publicar este comunicado onde o Atlético Nacional convida a Conmebol para que entregue o título da Copa Sul-Americana à Chapecoense como uma homenagem à sua grande perda e homenagem póstuma às vítimas fatais do acidente que deixa nosso esporte de luto. Da nossa parte, para sempre, Chapecoense campeã da Copa Sul-Americana de 2016", dizia a petição.


A Conmebol também informou que entregará o prêmio "Centenário Conmebol de Fair Play", que vale um milhão de dólares (aproximadamente R$ 3,5 mi), ao Atlético Nacional.


A final da Sul-Americana seria a primeira decisão internacional da história da Chapecoense. Na próxima temporada, a equipe estreará em Libertadores.


O desastre aéreo vitimou 71 das 77 pessoas que estavam no voo saído de Santa Cruz de la Sierra, cidade boliviana, rumo a Medellín, na Colômbia. Dezenove jogadores da Chape morreram no acidente, além de integrantes da diretoria e da comissão técnica - entre eles o treinador Caio Jr. Três dos sobreviventes são atletas do clube: o goleiro Jackson Follmann, o lateral Alan Ruschel e o zagueiro Neto.
Confira a nota da Conmebol na íntegra


A Confederação Sul-Americana de Futebol confirma que o conselho da Conmebol, em sua qualidade de autoridade permanente encarregada de cumprir os Estatutos da Instituição decidiu declarar a Associação Chapecoense de Futebol campeã da edição 2016 da Copa Sul-Americana, assim como declarar o Atlético Nacional o reconhecimento extraordinário do prêmio "Centenário Conmebol de Fair Play.


1. Na quarta (30 de novembro). a Confederação Sul-Americana de Futebol recebeu uma carta do Club Atlético Nacional, dirigida ao senhor Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol, convidando a Conmebol a "entregar o título da Copa Sul-Americana à Associação Chapecoense de Futebol como homenagem "à sua grande perda e homenagem póstuma às vítimas fatais do acidente que enluta nosso esporte".


2. Em decorrência disse, o Conselho tomou a decisão de nomear a Associação Chapecoense de Futebol como Campeã da Copa Sul-Americana de 2016 com todas as prerrogativas esportivas e econômicas que do título decorrem.


3. Para a Conmebol, não há maior mostra do "espírito de paz, compreensão e jogo limpo", enunciado como objetivo da nossa Instituição, que a solidariedade, compreensão e respeito exibido pelo Club Atlético Nacional de Colombia com seus irmãos da Associação Chapecoense de Futebol do Brasil.


4. Em razão da petição realizada pelo Club Atlético Nacional, que com sua atitude promoveu o espírito de paz, compreensão e jogo limpo, e em busca de que os valores esportivos prevaleçam sempre sobre os interesses comerciais, o Conselho decidiu por vez declarar o Club Atlético Nacional com o prêmio "Centenário Conmebol de Fair Play", que consistente em soma de um milhão de dólares.




Fonte: UOL



quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

TRAGÉDIA DO CHAPECOENSE! "Fiz o humanamente possível" desabafa Controladora de voo em carta

Controladora de voo faz desabafo em carta: "Fiz o humanamente possível"

Segundo imprensa colombiana, Yaneth Molina teria enviado texto a companheiros de trabalho, relatando ameaças de morte e lamentando não conseguir evitar tragédia


Carta controladora voo Yaneth Molina (Foto: Reprodução/Twitter)
Carta que seria da controladora de voo Yaneth Molina (Foto: Reprodução/Twitter)




Diversos veículos de imprensa da Colômbia divulgaram na tarde desta quinta-feira uma carta que teria sido escrita pela controladora de voo que entrou em contato com o avião da Chapecoense minutos antes do acidente. O texto, que é assinado por Yaneth Molina, traz um desabafo da profissional, que relata ter feito o procedimento que a situação demandava - além de ser um lamento por não ter conseguido evitar a tragédia.
- Companheiros, por minha família e por este trabalho que valorizo e respeito, posso afirmar com absoluta certeza que de minha parte fiz o humanamente possível e o tecnicamente obrigatório para conservar a vida destes usuários de transporte aéreo. Lamentavelmente, meus esforços foram em vão pelas razões que todos vocês conhecem. Hoje a vida me colocou nesta posição pouco agradável de ter que enfrentar uma situação como a do dia 28, situação que, por nosso trabalho, estamos expostos todos os dias, todos os turnos, e desta vez coube a mim e reitero diante de vocês que me manifestaram apoio, que tudo que fiz na frequência foi para preservar a integridade dos ocupantes dessas aeronaves, principalmente e por que os ocupantes das outras aeronaves estavam sob minha responsabilidade - diz a carta.
Yaneth ainda relata que sofreu ameaças de morte nos últimos dias, de pessoas que "ignoram os procedimentos".
Confira a íntegra da carta abaixo:
"Apreciados companheiros,

É para mim reconfortante saber que mesmo neste meio tão difícil conto com o apoio de vocês. De todos os cantos do país, me enviaram mensagens de força e acompanhamento neste momento difícil de minha vida profissional. Não tenho mais o que agradecer a vocês de antemão e, com o coração, todo o seu apoio.

Nosso trabalho é tão especial que hoje me colocou nestas circunstâncias de tempo e lugar para enfrentar a crueldade da realidade que resultou deste incidente. 

Companheiros, por minha família e por este trabalho que valorizo e respeito, posso afirmar com absoluta certeza que de minha parte fiz o humanamente possível e o tecnicamente obrigatório para conservar a vida destes usuários de transporte aéreo. Lamentavelmente, meus esforços foram em vão pelas razões que todos vocês conhecem. Hoje a vida me colocou nesta posição pouco agradável de ter que enfrentar uma situação como a do dia 28, situação que, por nosso trabalho, estamos expostos todos os dias, todos os turnos, e desta vez coube a mim e reitero diante de vocês que me manifestaram apoio, que tudo que fiz na frequência foi para preservar a integridade dos ocupantes dessas aeronaves, principalmente e por que os ocupantes das outras aeronaves estavam sob minha responsabilidade.

Lamentavelmente, por causa de meus colegas jornalistas, consegui que pessoas ignorantes e alheias a este ofício, e sobretudo que ignorar os procedimentos, ameacem minha integridade física e minha tranquilidade pessoal, pois estou analisando soluções a respeito das quais espero discutir com os diretores da entidade.

Com todo meu respeito e companheirismo, de todo o coração,

Yaneth Molina"
INFO - acidente avião chapecoense v3 (Foto: Editoria de Arte)
Fonte: Site do Globo Esporte


quarta-feira, 30 de novembro de 2016

OLHA SÓ! Com apresentação adiada no Ceará, Dal Pozzo retorna a Chapecó e comenta: "nós tínhamos uma família na cidade"

Com apresentação adiada no Ceará, Dal Pozzo retorna a Chapecó e comenta: "nós tínhamos uma família na cidade"

Treinador catarinense comandou a Chapecoense entre 2012 e 2014 e conquistou dois acessos com a equipe



Anunciado na última segunda-feira, 28, como novo técnico do Ceará, Gilmar Dal Pozzo tem um vínculo forte com a equipe da Chapecoense. Treinador do clube nos acessos que levaram o time à Série A do Campeonato Brasileiro, ele conversou com o Esportes O POVO sobre a relação estabelecida com a cidade.

"Eu nasci em Quilombo, cidade muito próxima de Chapecó. Tenho uma ligação muito forte, meus laços familiares estão ali. A Chapecoense me proporcionou um crescimento profissional enorme, mas eu o que levo mais em consideração é o lado humano. Mais de 15 profissionais trabalharam comigo diretamente".

Admitindo a enorme dificuldade em lidar com o momento, Dal Pozzo pondera que o acidente causa efeitos sobre toda a cidade."Nós tínhamos uma família na cidade, uma coisa muito bonita de se ver".

O técnico deixou a Capital cearense e retornou para Santa Catarina após ficar sabendo da tragédia. "Conversei com o (presidente) Robinson de Castro e expliquei que não tinha condições de ficar longe de casa nesse momento. Eu preciso encontrar força para poder passar para os amigos e familiares, eu preciso estar perto deles".

Ele comenta que mantinha vínculos de proximidade com alguns profissionais da comissão técnica do clube catarinense e falou da relação fraternal com o preparador físico Anderson Paixão, morto no acidente.

"Muitos eram remanescentes do meu período, preparadores, diretoria... Eu era muito amigo do Anderson Paixão, filho do Paulo, muito próximo mesmo. Nós sempre nos reuníamos no final de ano, famílias amigas. Eu sempre o convidei pra todos os trabalhos que eu vou, mas pela boa sequência que ele vivia, ele nunca aceitava".

A apresentação de Gilmar Dal Pozzo, originalmente prevista para esta quarta-feira, 30, foi adiada e ainda não tem nova data definida. O profissional viajou para a cidade de Chapecó nesta terça-feira, 29, e deve passar alguns dias ao lado dos familiares e amigos.


Fonte: O Povo Online 


OLHA SÓ! Veja quem morreu no voo da Chapecoense

Veja quem morreu no voo da Chapecoense

Das 77 pessoas a bordo, apenas seis sobreviveram

O voo que levava a Chapecoense para a final da Copa Sul-Americana caiu antes de chegar ao destino, matando 71 pessoas entre jogadores, comissão técnica, dirigentes e jornalistas. Eram 77 pessoas a bordo, entre passageiros e tripulantes.
Inicialmente foi divulgado que 81 pessoas estavam no voo, mas Luciano Buligon, prefeito da cidade de Chapecó, Gelson Merisio, presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, Plínio Filho, filho do presidente do Conselho Deliberativo da Chapecoense e o jornalista Ivan Carlos Agnoletto, da rádio Super Condá, não embarcaram.
De todos, seis pessoas conseguiram sobreviver: o goleiro Follmann, o lateral Alan Ruschel, o zagueiro Neto, o jornalista Rafael Henzel, o técnico da aeronave chamado Erwin Tumiri e a comissária de bordo identificada como Jimena Suarez. O goleiro titular da equipe, Danilo, chegou a ser resgatado com vida, mas faleceu no hospital. 
Confira a lista de quem estava no voo:




































































Fonte: CNEWS









terça-feira, 29 de novembro de 2016

VEJA SÓ! Clubes brasileiros prestam solidariedade a atletas da Chapecoense



utebol brasileiro está de luto. Um acidente aéreo ocorrido na madrugada desta terça-feira (29) na cidade de La Unión, na Colômbia, vitimou um total de 76 pessoas. Entre elas estava boa parte do elenco da Chapecoense, clube do Oeste de Santa Catarina que disputaria na noite de hoje o primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana.
Pelo menos cinco passageiros foram encontrados com vida. Segundo informações do UOL Esporte, o local da queda do avião é de difícil acesso, o que dificulta o resgate dos corpos. Ainda entre os mortos estavam cerca de 22 profissionais de imprensa, de emissoras como Fox Sports, Globo e RBS, além de emissoras de rádio.
Publicidade

Repercussão da tragédia

Tão logo o acidente foi anunciado, diversos clubes nacionais e internacionais usaram as redes sociais para expressar condolências ao clube e às famílias dos jogadores e passageiros envolvidos. O Atlético Nacional de Medellín, clube que disputaria a final da competição contra o Chapecoense, emitiu uma nota oficial solicitando à Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol), que declare o clube brasileiro campeão.

Sport Recife

Palmeiras

Grêmio

Atlético Paranaense

Cruzeiro

Corinthians

Coritiba

São Paulo

Figueirense

Internacional-RS

Flamengo

Botafogo

Leicester City (ING)

Barcelona (ESP)

Real Madrid (ESP)

Chelsea (ING)

Milan (ITA)

Atlético de Madrid (ESP)

Manchester United (ING)
Fonte: Tecmundo

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

BOA! Meia Ricardinho é o novo reforço do Ceará para 2017, anuncia diretoria; Meia de 30 anos atuou pelo Ceará de 2013 a 2015, anotando 26 gols em 150 partidas. O atleta foi bicampeão cearense, em 2013 e 2014, e campeão do Nordestão em 2015

Meia Ricardinho é o novo reforço do Ceará para 2017, anuncia diretoria

Meia de 30 anos atuou pelo Ceará de 2013 a 2015, anotando 26 gols em 150 partidas. O atleta foi bicampeão cearense, em 2013 e 2014, e campeão do Nordestão em 2015


Ricardinho Ceará Bahia Copa do Nordeste (Foto: LUCIO TAVORA/AGÊNCIA A TARDE/ESTADÃO CONTEÚDO)
Ricardinho está confirmado (Foto: LUCIO TAVORA / AGÊNCIA A TARDE / ESTADÃO CONTEÚDO)

O meia Ricardinho é o novo contratado do Ceará para 2017. Após as saídas confirmadas do treinador Sérgio Soares e do dirigente Carlos Kila, Ricardinho foi o primeiro grande reforço a ser anunciado para a próxima temporada. 
- Queria oficializar o meu retorno ao Mais Querido. É com muita satisfação e alegria que eu falo isso para vocês, que estou voltando para casa e me sinto bem. Os três anos mais felizes da minha carreira e onde conquistei mais títulos. Vamos fazer um 2017 onde buscaremos nossas conquistas e objetivos - afirmou o meia, que se recupera de uma lesão no joelho depois de sair da Arábia Saudita.
O meia de 30 anos atuou pelo Ceará de 2013 a 2015, anotando 26 gols em 150 partidas. O atleta foi bicampeão do Campeonato Cearense, em 2013 e 2014, e campeão do Nordestão em 2015. Depois que saiu do Alvinegro, defendeu o Al-Ettifaq da Arábia Saudita. Em 2016, o Ceará sequer chegou à final do estadual, não tem vaga garantida no Nordestão do próximo ano. 
Fonte:  G1 Ceará

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

COPA DO BRASIL 2016: Com gol do maracanauense Everton, Grêmio está com a mão na Taça do Pentacampeonato

Everton morou no Conjunto Timbó e antes de ir para o Grêmio, jogou em escolinhas de Futebol de Maracanaú, dentre elas a do Novo Oriente F. Clube que foi campeão várias vezes das competições coordenadas por Moacir Neto, depois foi para o Fortaleza Esporte Clube em seguida negociado com o Grêmio

Everton demora para crer em 'gol de rachão' que fechou vitória do Grêmio

O Grêmio era pressionado, e muito. Com um jogador a menos, passava por problemas defensivos a cada cruzamento que o Atlético-MG tentava. Até que um zagueiro acabou com a bola nos pés. Pedro Geromel correu pela ponta direita como se fosse um jogador de ataque. Foi até a ponta da área rival e fez um cruzamento. Everton se atirou na bola e fez o gol. Não acreditou por instantes. E disse que tudo isso havia sido 'ensaiado' em um recreativo. 
"Ele (Geromel) costuma fazer isso no rachão (recreativo). Fizemos isso no último, ele costuma dar essas arrancadas. O gol foi igual, se repetiu aqui", contou Everton. 
O atacante tinha entrado há pouco na partida. Sua responsabilidade era tentar ser o escape, a única opção ofensiva em um momento tão complicado da partida, que chegou a estar com vitória encaminhada depois do time abrir 2 a 0, mas dificultou-se a partir da expulsão de Pedro Rocha. 
E depois de concluir para as redes, Everton disse que não acreditava no que havia acontecido. "Me perguntei: será que foi gol ou não? Não acreditei. Só depois saí para comemorar", revelou. 
Com a vitória por 3 a 1, o Grêmio pode até perder por um gol de diferença que conquista a Copa do Brasil. Será a volta a celebrar taças importantes após 15 anos. 
O compromisso de volta está marcado para dia 30, na próxima quarta, na Arena do Grêmio. 
Fonte: Uol



Mais notícias do Everton: 
Atacante maracanauense faz gol e ajuda 3º colocado Grêmio a vencer o Flamengo e praticamente garantir vaga na libertadores 2016; Everton já participou de competições do Moacir Neto pela a equipe do Novo Oriente

VEJA AÍ GENTE GOLS DO MARACANAUENSE EVERTON SOARES DO CONJUNTO JEREISSATI, QUE ESTÁ NO GRÊMIO DE PORTO ALEGRE E FOI CONVOCADO PARA A SELEÇÃO BRASILEIRA SUB 20

http://moacirnetosports.blogspot.com.br/2014/05/veja-ai-gente-o-gol-do-maracanauense.html